Técnicas Para Melhorar a Conversão. 2- As Dicas Visuais

Publicado por: Pedro Silva

Data Artigo 18-11-2014 12:00

conversão-guias-visuais

Os elementos visuais (imagens, banners, botões, setas direcionais etc), são um dos factores que podem ajudar o seu website a converter mais. Mas também podem ser um factor negativo quando usados de forma incorrecta. Sabia que páginas sem botões de acção convertem em média 70% menos, ou que uma foto real da sua equipa vale 10 vezes mais que uma foto comprada num qualquer image stock? As dicas visuais podem ajudar o seu negócio, e muito!

Porque são Importantes as Dicas Visuais para a Conversão?

Um dos principais erros cometidos, e raramente "auto-detectados", nos websites é a projecção do conhecimento do negócio. O assumir que o utilizador vai perceber a estrutura, a navegação, os simbolos, a organização do conteúdo e produto/serviço da mesma forma que nós. Se nós percebemos tudo sobre o negócio então um site que para nós seja simples e informativo resulta. Certo? Errado! O utilizador não tem necessariamente a nossa compreensão do conteúdo, e do caminho para obter o que pretende.

Como vimos no artigo anterior, Multiplicidade das Escolhas e Conversão, a posição, o tipo e a quantidade de elementos visuais podem efectivamente ajudar, ou não, no processo de decisão do utilizador. Elementos que ajudem a perceber o que pode obter e como, que se destaquem do restante conteúdo pela clareza e relevância do que oferecem. Não raras vezes o utilizador é mais influenciado pelas dicas visuais que recebe, do que pelo que lê.

Dicas Visuais Webdesign

Elementos visuais que ajudam a guiar e reter o utilizador

Uma das formas simples de ajudar o utilizador é fornecer guias ou dicas visuais que lhe permitem saber exactamente o que encontrar, como e onde, assim como estimular a acção. Podemos por exemplo usar imagens, botões de acção, setas de direcção e guias visuais. O caminho do comprador tornou-se mais complexo, mas podemos ajudá-lo a encontrar o que pretende.

Botões CTA

Se ainda não sabe o que é um CTA é bem provável que esteja a perder dinheiro no seu site. Como referi num artigo anterior sobre melhorar a conversão com CTA's o uso dos botões/banners de chamada para a acção são fundamentais para que o utilizador seja estimulado a interagir. Pedir um contacto, informações ou orçamentos, aproveitar uma campanha, ou simplesmente subscrever o seu blog. A posição, cor e o tipo de linguagem usada são todos factores que influenciam o seu sucesso. Devemos encorajar o clique, sendo claros no que o utilizador vai obter, e porque o deve fazer.

Exemplo CTA com imagem
Exemplo de Call to Action no blog do site Codimarc.

Ajudas e Guias Visuais

Já vimos anteriormente como o espaço above the fold duma página é essencial na retenção da atenção por quem a visita. Vamos imaginar que o conteúdo duma página exige que esta cresça em altura, obrigando ao scroll. Podemos acreditar que todos os utilizadores farão esse scroll naturalmente. Ou podemos perceber que 80% dos utilizadores fixam a sua atenção na parte superior da página, e que devemos encorajar o scrolling, em vez de esperar que este aconteça naturalmente.

above-the-fold-exemplo

O uso de setas direccionais para determinadas secções do site permite ao utilizador perceber o que vem a seguir, e o que é mais importante.

A imagem certa no sítio certo

exemplo-maus-elementos-visuaisDevemos usar muitas ou poucas imagens, grandes ou pequenas, com pessoas ou inspiracionais, no topo ou no fim da página? A tentação é usar várias imagens, assumindo que vão ajudar à conversão. Mas o uso de imagens deve obedecer a regras e objectivos, para que não prejudiquem a leitura do conteúdo nem sejam um factor de distracção e confusão em vez de um factor de encorajamento.

Aqui ficam algumas dicas:

  • Nunca use uma imagem apenas para efeito decorativo. Elas podem apenas distrair e confundir o utilizador, retirando o foco do seu produto/serviço.
  • Quando usar fotografias com pessoas evite as fotografias de stock. Os utilizadores pretendem uma ligação com pessoas reais e normalmente ignoram fotos genéricas, artificiais e que se encontram repetidas em centenas de sites. Um estudo de Jakob Nielsen apresentou dados muito claros onde se conclui que as fotos reais captam a atenção muito mais do que qualquer outro elemento de conteúdo.

exemplo-elementos-visuais-2

  • Se vender, ou apresentar produtos fisicos no seu site, as fotos de produto são essenciais, podendo aumentar de forma dramática a conversão. Misture essa foto com um resumo das caracteristicas principais do produto, para que o utilizador relacione as duas informações e se sinta mais esclarecido.
  • Use imagens para dirigir a atenção do utilizador. O ser humano é extremamente curioso, e responde a certos estimulos de forma mais ou menos previsível. Olhamos para onde outros olham, seguimos o sentido de setas etc.

exemplo-elementos-visuais-1

Notas Finais:

  • Não assuma por defeito que o utilizador vai perceber toda a simbologia e informação do seu website.
  • Use guias e dicas visuais para estimular a acção do utilizador.
  • Não use imagens só para decorar as suas páginas. Devem ter um propósito, ajudar à compreensão do seu produto ou serviço, transmitir confiança e credibilidade ao seu negócio/empresa.
  • Não deixe que o utilizador se sinta confuso e perdido. Ajude-o a encontrar o que pretende, e a informá-lo dos passos necessários para lá chegar. Use botões de acção e guiais visuais para estimular o clique ou o scroll.

Criação - Redesign de Sites

Autor: Pedro Silva

Webdesigner e Consultor Inbound Marketing. Trabalha essencialmente nas áreas do SEO, Design web e Usabilidade, ajudando os sites a atrair e converter. Gosta particularmente do estudo do comportamento e experiência do utilizador, e do mundo do SEO. Compreender o Google é obsessão, assim como tomar um bom café.

Descubra-me no:

Tópicos: Website e WebDesign, Conversão e Caminho do Comprador