Marketing Automation e Inbound - Uma Estratégia Integrada

Publicado por: Fernando Lopes

Data Artigo 09-01-2017 13:18

Tive a honra e o privilégio de ser o speaker da primeira sessão SHARING THE FUTURE, By Squadra, que juntou umas dezenas de excelentes profissionais num ambiente prático e informal. O tema foi o Marketing Automation e o seu enquadramento na estratégia Inbound, com a apresentação de algo bem palpável, um caso de uma PME B2B que, para efeitos de marketing, é tudo menos "sexy"

Marketing Automation.pngDeixo aqui uma breve nota sobre as principais mensagens exploradas:

Mudar o "Mindset" para Uma Nova Cultura Empresarial

O primeiro passo para perceber a mensagem inbound, é mudar de "sistema operativo". Isto porque, todas as empresas querem crescer, mas as coisas que estão a fazer actualmente garantem-lhes um certo nível de conforto, e para abrir caminho para o próximo nível tem obrigatoriamente de tentar coisas novas, pois o mundo lá fora mudou, e nós, seres humanos, temos uma grande resistência à mudança.

Do Cliente Passivo ao Cliente Activo

Tradicionalmente, as empresas baseiam o seu modelo de negócio no empurrar das mensagens e produtos para os clientes (outbound). Com o aparecimento da internet, motores de pesquisa, smartphones, etc. as empresas vêem-se obrigadas a ir buscar o clientes mais cedo, a atraí-los para o seu negócio (inbound).

Marketing Automation Squadra.jpgUma empresa inbound em vez de tratar os clientes como alvos passivos, trata-os como participantes activos.

Portanto o objectivo do marketing inbound é criar no negócio um "campo gravitacional" que puxa os clientes para a sua órbita.

Se não está a tomar decisões de longo prazo está vulnerável, o mercado está a mudar muito rapidamente, e quem procura coisas de curto prazo vai ter coisas de curto prazo, e a longo prazo a coisa vai correr mal, como acontece às Kodak´s e Blackberry´s deste mundo, que se deixam ficar no jogo do curto prazo e não criam modelos de negócio para se colocarem a eles mesmos fora do já estabelecido.

Como Olhar para o Marketing Automation

Veja o Marketing Automation como parte de uma abordagem estratégica. Isso significa desenhar o caminho do comprador e criar ofertas de conteúdo concebidas para responder às perguntas e problemas enfrentados em cada uma das fases de compra.

Com uma ferramenta de marketing automation como o HubSpot, construa uma poderosa máquina personalizada de geração de leads. Alimentar as leads é educa-las, com o envio de e-mails automáticos e personalizados para a base de dados da empresa.

Isto é poderoso porque o sistema é inteiramente baseado nas acções que cada visitante tomou no website da empresa. Isso significa que cada e-mail é altamente relevante e personalizado para os interesses das leads. Já reparou nos e-mails que recebe da Amazon com base nos produtos que visualizou? o conceito é semelhante.

Depois de escrever ofertas de conteúdo, criar páginas de aterragem, configurar formulários de conversão, criar sequências de e-mail e criar um sistema de pontuação, chegou a altura de começar a atrair o tipo certo de tráfego para o site da empresa.

Mensagem Final

Se o seu negócio se está a sair bem, se está confortável, está na zona de perigo, porque por aí algures, há um jovem criativo e faminto que usa a internet como plataforma a "custo Zero" para entrar no seu terreno de jogo.

Se não acordar todas as manhãs e tentar colocar o negócio fora do caixote, alguém vai fazer isso por si, e é muito mais divertido ser você a fazer isso, do que ter alguém a fazê-lo em vez de si. Portanto, se está confortável pense duas vezes. 

Como Construir a Máquina de Vendas Digital

Autor: Fernando Lopes

"Eu tenho 3 amores... que em nada são iguais": Família, Inbound e surf. Se não estiver na água e/ou com o meu filho - estou a ajudar uma empresa B2B a criar a máquina para crescer de forma rápida e sustentada com SMarketing=Sales+Marketing.

Descubra-me no:

Tópicos: Casos de Sucesso, Conversão e Caminho do Comprador, Vendas Inbound, Inbound Marketing